Comissão da Câmara inicia Processo Investigativo sobre morte de criança no Hospital Municipal



Por determinação do Presidente do Legislativo Municipal “Cicinho do PT” através da Portaria Nº 110/2013 a Comissão de Saúde, Educação e Assistência Social da Câmara Municipal de Naviraí pela primeira vez em sua história realiza um processo de investigação para apurar irregularidades, negligência ou possíveis erros médicos em determinado caso na Saúde do Município.



Teve início na manhã dessa segunda-feira (01) a ouvidoria que fará as investigações sobre o recente caso ainda não explicado, ocorrido no dia 25 de junho, em que a criança recém nascida Nícolas Henrique Pantojo Silva de apenas três meses e vinte e sete dias veio á óbito depois de receber atendimento médico no Hospital Municipal.



Cicinho do PT que desde o conhecimento do fato buscou obter informações que pudessem esclarecer o motivo do falecimento da criança disse que irá acompanhar de perto todas as ações da Comissão e que serão tomadas todas as providências cabíveis para determinar a causa morte do recém nascido como forma de respeito á família e uma resposta a toda população de Naviraí que também busca entender o que realmente aconteceu.

Cicinho explicou também que a Comissão de Saúde da Câmara tem seus direitos de investigação assegurados pela Lei Orgânica do Município e poderá agir de acordo com a necessidade de seus procedimentos.

De acordo com a Comissão de Saúde da Câmara Municipal formada pelos vereadores Carlos Alberto Sanches (PSDB) presidente, José Roberto Alves (PMDB) secretário e Solange Melo (PSDB) membro, será seguida uma linha de investigação onde o primeiro passo será ouvir todos os envolvidos na questão.

Os primeiros á serem ouvidos e interrogados pela Comissão foram os pais da criança, Jordy Vinícius Silva de Lima e Evyllin Cristina Pantojo da Silva.

O presidente da Comissão Carlos Alberto Sanches informou que terão 60 dias, podendo prorrogar por igual período, para emitir relatório sobre o processo investigativo.

“Carlão” disse também que a Comissão irá interrogar todas as pessoas que tiverem seus nomes citados nas investigações e que a partir de agora o objetivo principal é encontrar respostas contundentes sobre esse lamentável fato onde uma vida inocente foi perdida e que precisa ser esclarecido.

Finalizou o presidente da Comissão afirmando que o processo interrogatório terá continuidade mesmo no período em que o legislativo municipal estiver em recesso parlamentar.


Fonte: Beto Correa Rojas

Voltar para as Notícias