Vereadores discutem rumos da Assistência Social




Nesta segunda-feira (13), foi a vez da Gerente de Assistência Social do Município ser ouvida pela Câmara de Vereadores. A cada semana, pelo menos dois titulares de pastas da atual administração são convidados para reunião com os membros da casa, para falar da situação de cada setor, do que já está sendo desenvolvido e os projetos futuros.
Na reunião de hoje Telma Minari, Gerente da área social da Prefeitura falou das diretrizes estabelecidas pela pasta, as mudanças que estão sendo processadas e como se inicia o trabalho, nos diversos setores, objetivando a melhoria da qualidade de vida da população.
Questionada pela vereadora Lourdes Elerbrock, sobre a demanda de cestas básicas, disponibilizadas para atendimento de famílias carentes a gerente assegurou que o número de famílias atendidas, até o ano passado era de 110, e que nesta gestão vai passar para 250. “Mesmo assim haverá um déficit ainda de pelo menos 500” falou. A vereadora Lourdes Elerbrock, fez um pedido para que se observe a possibilidade de montar um cadastro interligado com entidades, como a rede feminina de combate ao câncer e igrejas, que também fazem esse tipo de trabalho assistencial. “Precisamos cuidar para que não ocorra o benefício duplo” disse Elerbrock.
Outros Vereadores também fizeram reivindicações, tiraram dúvidas e se colocaram a disposição para ajudar no que for possível, para que a área social cumpra seu papel com eficiência, atingindo grande parte do público alvo.


Fonte: Wilson Soares dos Reis

Voltar para as Notícias