Simon alertou há um ano risco de colapso do sistema de Saúde



(04 de abril de 2017) Simon vê despreparo de parte da equipe na Gestão Municipal
Em manifestação durante a sessão da Câmara Municipal no dia 28 de abril do ano passado, o vereador Simon Rogério da Silva (PSB), mostrava preocupação com o andamento dos serviços em alguns setores da administração em Naviraí. O parlamentar já assegurava na época a falta de preparo de alguns titulares de pastas da administração, citando como exemplo, que devido a casos surgidos nos últimos nos primeiros meses da gestão, deixa já a aparência de que havia certo descaso com o setor. “Falei isso pessoalmente com o Prefeito Izauri, porque os problemas estão se avolumando e daqui a pouco o quadro pode se agravar ainda mais” disse na oportunidade.

INICIO DE 2018
O voltou no inicio deste ano de 2018, a manifestar preocupação com a situação da falta de medicamentos na rede pública de saúde e irregularidade nos atendimentos dos profissionais, notadamente de especialistas.

05.03.18 - Simon sugere convênios para município suprir ausências de profissionais para atendimento Médico.
O vereador se mostrou naquela ocasião, preocupado com as constantes falta de medicamentos e profissionais de diversas áreas que atrapalham o serviço oferecido pela área da saúde e prejudica os pacientes com a interrupção do atendimento. Simon defendeu que a prefeitura viabilizasse recurso para efetivação de convênios temporários com a iniciativa privada, de forma a fornecer o serviço em momentos que o município estiver desguarnecido.

O vereador justificou a solicitação defendendo que os atendimentos da saúde sejam prestados de forma eficiente e organizada, sendo necessário que haja agilidade e continuidade nos serviços, principalmente nas urgências e emergências.

“Lamento que os problemas mais graves não tenham sido enfrentados pela gestão, na área da saúde, resultando em uma crise como a propagada na semana passada” diz Simon. O vereador reforça que sua atuação, assim como de outros colegas não tem sido apenas de fazer críticas, mas de apontar sugestões para solução. “Infelizmente não fomos ouvidos” declara, explicando que as proposições dos vereadores são resultados de reclamações tiradas da sociedade.


Fonte: Wilson Soares dos Reis

Voltar para as Notícias